Secretaria de Saúde é premiada por estratégias de resgaste de coberturas vacinais – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ganhou, no dia 10 de novembro, o primeiro lugar no prêmio de melhor experiência em Prevenção e Controle das Doenças Imunopreveníveis, entregue na 17° ExpoEpi do Ministério da Saúde. A categoria avaliou as estratégias de resgate de coberturas vacinais adotadas pela capital, que ficaram entre os três trabalhos finalistas, sendo o da SMS premiado com 1° lugar. A superintendente de Vigilância em Saúde, Gislani Mateus, esteve presente na mostra nacional e recebeu o prêmio em nome da SMS.

A 17° ExpoEpi apresentou as mais recentes pesquisas, estratégias de prevenção e controle de doenças, bem como experiências bem-sucedidas no enfrentamento de problemas epidemiológicos. A superintendente Gislani Mateus apresentou o trabalho do plano de recuperação das coberturas vacinais da rede municipal, nomeado como “Estratégias coordenadas e abrangentes para recuperação das coberturas vacinais no Município do Rio de Janeiro”.

–>

Entre as ações adotadas pela SMS está a inauguração do Super Centro Carioca de Vacinação, ampliando o acesso ao serviço de imunização para a população. O local funciona de domingo a domingo, das 8h às 22h. De acordo com o estudo, 42% do público vacinado na unidade foram atendidos durante o horário estendido.

Outro destaque foi o GeoVacina Rio, uma ferramenta que permite georreferenciar a cobertura vacinal das regiões da cidade e identificar as localidades onde estão as crianças com situação vacinal em atraso e, a partir disso, as equipes realizam a busca ativa para vacinação no domicílio. Desde o início do uso da ferramenta, as crianças com vacina em dia foram de 76% para 89%. Em algumas áreas da cidade, o incremento foi de 20%. Além disso, em cinco meses, das 134 unidades que estavam com cobertura abaixo de 80%, na classificação vermelha, apenas 13 unidades permanecem na mesma classificação, todas as demais avançaram.

É importante destacar também as parcerias, como por exemplo com a Secretaria Municipal de Educação e o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Rio de Janeiro, que levaram a vacinação para as escolas públicas e privadas. E concessionárias de transporte (Metrô Rio e SuperVia), aeroportos, shoppings, clubes, universidades, entre outros. Sempre com o intuito de levar as vacinas a locais de grande circulação de pessoas, ampliando o acesso, a cobertura e a proteção da saúde da população carioca.

– O trabalho que apresentamos foi exatamente o trabalho de todas as estratégias coordenadas e abrangentes para recuperação das coberturas vacinais no município do Rio de Janeiro. Todo o movimento com o Vacina, Rio, o GeoVacina Rio, toda a promoção para recuperação das coberturas e combate às fake news. Mostramos que todas essas estratégias fazem a diferença. Esse prêmio é para todos da SMS – ressaltou Gislani Mateus.

No quesito informação, o prêmio destacou o desempenho da SMS em garantir o acesso à informação para a população carioca. Entre as estratégias usadas, estão as campanhas de comunicação nas mídias sociais, a disponibilização de cartilhas de vacinação em plataforma digital do EpiRio e cartazes nas unidades de saúde. Além disso, as discussões sobre as coberturas vacinais no Papo de Vigilância em Saúde, no YouTube oficial da SMS.

Categoria:

Marcações: Cobertura vacinal premiação saúde vacinação Vigilância em Saúde

Compartilhe isso:

Fonte: mrnews.com.br/index.php/2023/11/16/secretaria-de-saude-e-premiada-por-estrategias-de-resgaste-de-coberturas-vacinais-prefeitura-da-cidade-do-rio-de-janeiro